Saiba como se proteger

O inverno começa oficialmente no dia 20/6 aqui no hemisfério sul. É uma estação conhecida pelas temperaturas baixas, tempo seco e pouca chuva. Também é uma época quando as doenças respiratórias costumam aparecer com mais frequência.

Com a chegada da estação mais gelada, é comum que as pessoas desenvolvam doenças respiratórias como gripes, resfriados e alergias. Isso acontece porque as pessoas ficam em locais fechados e pouco ventilados no frio, o que facilita a disseminação de doenças.

O que fazer para manter a saúde com as temperaturas mais baixas? Confira orientações básicas para se proteger:

Tenha uma alimentação saudável e adequada

Inclua frutas, verduras, legumes e vegetais na sua alimentação. Não fique longos períodos sem se alimentar e procure ter um cardápio variado e colorido. Não se esqueça de beber bastante água: hidratar as vias aéreas é fundamental.

Pratique atividades físicas, em casa, em ritmo moderado

As atividades físicas devem continuar sendo feitas, mesmo em casa, mesmo com temperaturas mais baixas. No entanto, você pode diminuir um pouco a intensidade e redobrar os cuidados para evitar lesões.

Pratique o isolamento social enquanto as autoridades de saúde pedirem

A COVID-19 ainda é uma ameaça real contra a nossa saúde e todos os cuidados para evitá-la devem ser levados a sério. Lave sempre muito bem as mãos, evite sair caso não seja necessário e mantenha a distância das outras pessoas.

Tome a vacina da gripe anualmente

A vacina contra a gripe é distribuída anualmente em postos de saúde municipais. A vacina também está disponível em clínicas particulares. Ela é uma das melhores armas contra a gripe H1N1, que já causou muitos problemas nos anos anteriores.

Use máscaras se precisar sair de casa

Caso seja necessário sair de casa, utilize máscaras. Elas devem ser usadas por um período máximo de duas horas e depois substituídas, por isso, leve uma troca e um lugar seguro como uma sacolinha plástica para acomodar a máscara utilizada. Não se esqueça também de utilizar blusas e/ou casacos para evitar o choque térmico.

Aumente o cuidado com a higiene de mãos, roupas e produtos em geral

Limpe a sua casa, mantenha o ambiente aberto e ventilado. O mesmo cuidado serve para roupas e cobertas guardadas há muito tempo: as peças podem acumular ácaros e outros micro-organismos, por isso, o ideal é que essas peças sejam lavadas antes de serem utilizadas e doadas.

Se puder, doe agasalhos, cobertores e calçados para quem precisa. Sua solidariedade faz a diferença na vida de muitas famílias carentes. A Futura oferece pós-graduações na área da saúde, acesse e saiba mais! 

agencia