Aprender a aumentar suas habilidades

Com o estresse do dia a dia que vem do trabalho ou dos estudos, melhorar a capacidade do cérebro parece uma atividade muito difícil de alcançar. Saiba, no entanto, que algumas atitudes simples já podem fazer toda a diferença na hora do aprendizado ou de outras atividades que demandam muito do cérebro.  

 Saiba quais são essas atitudes:

–   Pratique atividade física: nosso cérebro cresce à medida que nos exercitamos. A atividade física aumenta as sinapses, cria mais conexões dentro do cérebro e ajuda na formação de células extras;

–   Pratique a memorização em movimento: se você tentar decorar algo enquanto se movimenta, é muito mais provável que a informação seja retida;

–   Alimentação também ajuda: cerca de 20% do açúcar e da energia que você consome vão para o cérebro, fazendo com que a função cerebral dependa dos níveis de glicose. Existem mais de 100 trilhões de bactérias no sistema digestivo humano, que se conectam com o cérebro pelo eixo intestino-cérebro. E o equilíbrio desses micróbios é fundamental para o bem-estar da mente. Uma dieta variada e saudável ajuda a manter essas bactérias em sincronia e o cérebro saudável;

–   Relaxe: a ansiedade prolongada e os altos níveis de estresse são realmente tóxicos para o cérebro. É importante, portanto, que a gente aprenda a “desligar” de vez em quando, para permitir que essa parte do cérebro descanse. Tente um passeio, um cochilo, uma caminhada, assistir a um filme que você gosta;

–   Desafie você mesmo: atividades como aulas de arte ou cursos de idioma aumentam a flexibilidade do cérebro.

–   Ouça música: pesquisas indicam que a música estimula o cérebro de um jeito muito peculiar. A música pode melhorar a cognição geral.

–       Durma bem: todo mundo sabe que o sono é importante. Com menos de cinco horas de sono, você não fica tão forte mentalmente. Idealmente, durma em um quarto escuro e acorde com luz natural, que vá aumentando gradualmente;

–       Faça palavras cruzadas e aposte em jogos de tabuleiro, como damas ou xadrez: preencher esse joguinho é um passatempo muito eficaz para o uso da memória e o enriquecimento do vocabulário. Os jogos de tabuleiro desenvolvem o raciocínio devido à questão da estratégia e são indicados para todas as idades.

Não se esqueça também que é importante respeitar o seu ritmo e não se comparar com os outros. Cada pessoa possui uma vivência diferente da sua e, algumas vezes, o que funciona para um não vai funcionar para o outro.

Por isso, é importante se conhecer e saber quais são os seus limites. Gostou dessa dica? Compartilhe com seus amigos!

 

agencia