Confira algumas dicas

Falta dos colegas do trabalho, da faculdade, dos familiares e amigos: conversar de maneira virtual não é a mesma sensação de estar presente fisicamente, mas é o que é necessário nesse momento de quarentena, difícil para todos.

Aproximar as distâncias e manter contato com pessoas importantes para você é uma das maneiras de evitar a solidão e aceitar que todos estão passando pela mesma sensação, juntos, mas cada um em sua própria casa.

Algumas dicas podem ajudar você a diminuir a sensação de solidão nessa quarentena até que a situação se normalize novamente. Confira:

  • Amplie o leque de assuntos e conteúdos que você consome e sobre os quais conversa: informar-se sobre a pandemia é importante, mas o excesso pode gerar medo e ansiedade. Procure assistir séries, documentários e filmes.
  • Visite um museu: importantes museus do mundo têm seu acervo disponível digitalmente. Cinco boas opções para visitar: MoMA, de Nova York; Museu do Padro, em Madri; Museu Britânico, em Londres; Malba, em Buenos Aires; e Louvre, em Paris.
  • Troque de roupa ao acordar, não passe o dia inteiro de pijama. Isso detona a disposição a vontade de fazer algo.
  • Crie e siga uma rotina. O senso de ordem e propósito na vida vão ajudar adultos e crianças a lidarem com o momento. Promova atividades regulares de trabalho, exercício e aprendizado.
  • Tem filhos em casa? Fale sobre o coronavírus com tranquilidade. Invista na paciência, dê atenção e crie com eles uma rotina de atividades educativas e brincadeiras.
  • Mantenha-se virtualmente conectado com outros. Interação nas redes sociais, bate-papo por vídeo e troca de mensagens de textos e telefonemas ajudam no combate à ansiedade, tristeza e solidão, conecte-se com seus amigos, com seus familiares, amigos de trabalho e da faculdade para que você perceba que estão todos passando pela mesma situação.
  • Mantenha um estilo de vida saudável. Durma bem à noite, evite as sonecas ao longo do dia, alimente-se de forma equilibrada e pratique exercícios físicos em casa.
  • Se o quadro de ansiedade ou início de sentimentos deprimidos evoluir, busque uma terapia online assistida. Existem serviços de atendimento terapêutico virtual gratuito.
  • Medite e utilize técnicas para controlar o estresse e manter-se positivo. Você pode baixar aplicativos no celular com exercícios de atenção e relaxamento.

O que você está fazendo para passar por essa situação de uma maneira mais calma? Conte para a gente! O seu conselho pode ajudar outras pessoas. Lembre-se que você não está sozinhos: estamos todos juntos, mas cada um em sua casa.

agencia