Aprenda a relaxar

Com a correria do dia a dia, muitas pessoas têm jornadas duplas ou até triplas. A correria é tanta que elas mal encontram tempo para se dedicar à família, muito menos para praticaram uma atividade que as faça relaxar.

Infelizmente, esse é um mal que veio para ficar com o avanço dos tempos modernos. Atualmente, é mais comum que as pessoas utilizem habilidades cognitivas e mentais do que manuais para trabalhar, e isso gera tanto cansaço – se não mais – que um trabalho manual.

De acordo com estudos do Reino Unido, o estresse, a depressão ou a ansiedade responderam por 57% de todos as faltas no trabalho por doença nos anos de 2017 e 2018.

Cabe a nós aprendermos a nos adaptar da melhor forma que podemos. Algumas dicas, no entanto, podem ajudar você a encontrar e manter a calma em meio ao caos. Confira:

  • Exponha-se à natureza: estar em meio ao verde pode acelerar a recuperação após o estresse e diminuir seus marcadores;
  • Evite mexer no celular durante a noite: a luz brilhante ou a exposição noturna a telas de LED podem atrasar a liberação da melatonina, um hormônio que reduz a ansiedade;
  • Pratique atividades físicas: exercícios físicos de baixa intensidade, por exemplo, reduzem os níveis circulantes de cortisol;
  • Evite consumir alimentos processados: o consumo desses alimentos tem sido associada à incidência de sintomas depressivos em pelo menos dois grandes grupos de pessoas. Os nossos hábitos alimentares modificam os microrganismos que vivem no sistema digestivo. Esses microrganismos, através do contato com células imunitárias e outras vias, podem influenciar a forma como a mente reage ao estresse;
  • Respire fundo: um estudo concluiu que um número pequeno de sessões de terapia de controle da respiração teve um efeito significativo em reduzir o cortisol, hormônio indicativo de estresse. Inspire pelo nariz, contando até 5 e expire pela boca, contando até 10;
  • Solte a musculatura: em momentos de tensão, não apenas a mente fica tensa, mas o corpo também. Procure perceber se você não está tensionando a musculatura e se estiver, tente soltá-la;
  • Dê um tempo: nem sempre estamos bem 100% do tempo. O ideal é procurar se afastar da causa do estresse, dar uma volta, tirar um cochilo;
  • Dedique-se a trabalhos manuais: trabalhos manuais em geral têm potencial terapêutico no combate ao estresse e ansiedade;
  • Tire uma soneca: a ciência comprovou que sonecas durante o dia têm o efeito benéfico de reduzir o nível de estresse e estimular o sistema imunológico, compensando os efeitos negativos de uma noite mal dormida.

Procure ajuda profissional caso perceba que o estresse atrapalha a sua vida pessoal, afetiva e/ou profissional. Gostou desse post? Compartilhe com um amigo que precisa diminuir o estresse.

agencia